CMN flexibiliza crédito a agricultores de áreas com riscos climáticos
25/08/2023

PUBLICIDADE

Produtores rurais em áreas de risco climático no Brasil terão mais flexibilidade para obter crédito rural de custeio agrícola. O Conselho Monetário Nacional (CMN) dispensou a exigência de seguro rural ou enquadramento obrigatório no Proagro para produtores nessas áreas. A dispensa é válida até junho de 2024 e beneficia produtores com lavouras dentro do Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc).

A flexibilização será aplicada apenas se o CPF ou o CAR do tomador do empréstimo tiver pelo menos sete perdas de safra nos últimos cinco anos. Além disso, o CMN autorizou uma nova rodada de renegociações de empréstimos de crédito rural para investimentos, permitindo que os produtores renegociem cada operação até três vezes.

Essas medidas visam fornecer tratamento similar aos agricultores familiares. Também foram aprovados os preços de referência para produtos agropecuários e da aquicultura para o ano agrícola 2023/2024.

PUBLICIDADE

AD
Artigo