Artigo
Fotos
Vídeos
5 plantas excelentes para reduzir o excesso de ácido úrico
12/01/2023

Quando consumidos regularmente, esses chás ajudam a eliminar as toxinas e os resíduos onde o ácido úrico pode ser encontrado.

O ácido úrico é uma substância que se forma devido a quebra de moléculas de purina, proteína presente em diversos alimentos.

Após a digestão, parte das substâncias são transportadas para o sangue e o restante é eliminado pelos rins, através da urina.

Porém, quando o processo de eliminação é interrompido, pode ser que haja excesso de ácido úrico.

Como consequência, podem ocorrer reações inflamatórias que prejudicam a qualidade de vida.

Os principais sintomas de ácido úrico alto são:

Dor, inchaço, caroços e vermelhidão na região das articulações; Dificuldade movimentar a articulação afetada; Dor intensa na parte inferior das costas; Cólicas renais muito intensas; Presença de sangue na urina; Náuseas e vômito.

O aumento excessivo do ácido úrico ocorre por diversos flores, como:

Excesso de alimentos ricos em purinas, como carnes vermelhas, frutos do mar e peixes; Dieta rica em gorduras saturadas; Consumo em excesso de bebidas alcoólicas; Insuficiência; Obesidade; Diabetes; Fatores genéticos; Uso demasiado de medicamentos diuréticos, betabloqueadores ou imunossupressores.

Mas existem alguns  remédios naturais com propriedades medicinais que ajudam a reduzir esse excesso.

Portanto, se você tem algum sintoma que indique níveis elevados de ácido úrico, um dos chás a seguir pode te ajudar a controlar naturalmente.

Quando consumidos regularmente, auxiliam na eliminação das toxinas e dos resíduos onde o ácido úrico pode ser encontrado.

Folhas de goiaba

As  folhas de goiabeira são ricas em propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, carotenóides, flavonóides, polifenóis e taninos.

Seus principais compostos bioativos são a quercetina, a catequina e o campeferol.

A infusão com folhas de goiaba inibe a enzima xantina oxidase, que catalisa as reações de proteínas e ao final do processo as converte em ácido úrico.

Preparo:

Coloque uma colher (sopa) de folhas secas de goiabeira em 300 ml de água fervente e deixe em infusão por 15 minutos.

Tome em seguida – a dose indicada é duas xícaras ao dia.

Chá verde

O chá verde contém catequinas e galato de epigalocatequina, principais compostos bioativos com ação antioxidante.

Essas substâncias ajudam a inibir a xantina oxidase (XO), enzima que transforma as proteínas em ácido úrico.

De acordo com um  estudo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o chá verde também reduz a concentração de ácido úrico.

Além disso, ajuda a inibir a elevação da atividade da enzima xantina oxidase induzida pela prática de exercícios físicos.

Preparo: 

Coloque uma colher (chá) de folhas secas de chá verde em 200 ml de água fervente, tampe e deixe em infusão por cinco minutos.

Coe e tome em seguida, morno ou frio, de duas a três xícaras ao dia.

Erva-de-são-joão

erva-de-são-joão, também conhecida como hipericão, possui floroglucinol, propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Devido a esses compostos, ajuda a inibir a atividade da enzima xantina oxidase (XO) e melhora a circulação.

Dessa forma, diminui os níveis séricos de ácido úrico e os radicais livres que danificam as células.

Preparo: 

Coloque uma colher (sopa) de folhas secas de erva-de-são-joão em 300 ml de água fervente e deixe em infusão por 15 minutos.

Coe e tome logo em seguida, duas xícaras por dia.

Folhas de oliveira

As  folhas de oliveira tem ação anti-inflamatória, antioxidante e  hipotensora.

Além disso, contém apigenina e a luteolina, seus principais compostos que inibem a atividade da enzima xantina oxidase (XO).

Por isso, ajuda a bloquear os canais de cálcio, reduzindo os níveis de ácido úrico.

Também ajuda a baixar a pressão sanguínea, aumentando a circulação sanguínea nas artérias coronárias.

Preparo: 

Coloque uma colher (sopa) de folhas secas em 300 ml de água quente, tampe e deixe em infusão por 15 minutos.

Coe e tome na sequência, duas xícaras ao dia.

Se você conhece alguém com ácido úrico alto, compartilhe esse texto com essa pessoa.

Cavalinha

cavalinha contém propriedades diuréticas e, por isso, contribui para o aumento da produção de urina.

Com isso, ajuda a eliminar o ácido úrico e outros resíduos do corpo.

Como fazer:

Adicione uma colher (sopa) de cavalinha em 250 ml de água fervente, tampe e deixe em infusão por dez minutos.

Em seguida coe, e tome duas xícaras ao dia – uma pela manhã, em jejum, e a outra no meio da tarde.

Faça esse tratamento por três semanas consecutivas.

Recomendações

Consuma bastante água – assim ajuda o organismo a eliminar o ácido úrico;

Evite alimentos industrializados – opte por uma dieta saudável, com frutas, verduras, legumes leite e derivados;

Evite o consumo de álcool, principalmente cerveja, pois é rica em purina;

Mantenha seu peso adequado;

Não se automedique – antes de fazer o uso de remédios químicos, consulte um médico.

5 coisas que os homens fazem escondidos, mas que jamais dirão; a 3ª dá nojo
10/01/2023
Idosa quase entra em pânico por sentir tanta coceira, vai ao médico e descobre algo muito assustador; VEJA O VÍDEO:
22/01/2022
10 Sinais de câncer que a maioria das mulheres não ligam mas são mortais
10/01/2023
Os médicos imploram fazendo triste alerta: Se você lava o ARROZ antes de cozinhar, deve parar isso com urgência!
22/04/2022
Entenda por que é totalmente errado lavar o arroz antes de cozinhar; NUNCA mais faça isso
10/01/2023
10 Sinais de câncer que a maioria das mulheres não ligam mas são mortais
13/04/2022
Antes de você sofrer um AVC o seu corpo vai dar os seguintes sinais preste atenção, fique atento a esses sintomas
10/01/2023
Entenda como remédios usados por Paulinha Abelha para emagrecer causam doenças mortais, Video
24/02/2022
6 cuidados importantes para acabar com o mau cheiro na região íntima da mulher
10/01/2023
Esse bichinho feio vive em seu corpo e você ao saber em qual lugar ficará chocado
23/05/2022
Fotos
Artigo
Vídeos